5 Días de Septiembre

Um rapaz vive só numa casa à beira-mar, à espera do regresso da namorada que o abandonou. Essa existência suspensa é perturbada pela chegada inesperada de uma rapariga que, também ela, vive num limbo após a morte dos pais.

Ao contrário do rapaz, ela não espera, age, e procura retomar o fio quebrado da sua vida a partir do início, pegando na ponta inicial do novelo a partir da praia da sua concepção. Após a estranheza inicial que ambos se causam, a atracção desenvolve-se inevitavelmente entre ambos, mas o final feliz da praxe é impedido pelo in(esperado) regresso da namorada perdida. O rapaz regressa ao continuum que havia interrompido, enquanto ela segue à deriva, ao volante do seu carro encalhado.

Não se pode dizer que este filme de Fran Araújo e Manuel Burque seja uma grande revelação, mas não é de todo desinteressante, sobretudo se atendermos ao facto de que estamos perante uma primeira obra. Talvez uma maior maturidade da dupla espanhola ainda dê à luz boas peças.

Anúncios

0 Responses to “5 Días de Septiembre”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s





%d bloggers like this: